Carta para mim mesmo com 18 anos

3 outubro, 2012

Wallace,
você não me conhece mas eu te conheço, e bem. As coisas que eu vou falar agora provavelmente não vão fazer nenhum sentido para você e eu não te culpo por isso, mas tenha a mente e ouvidos abertos, pois tudo que direi é importante.
Aprenda a ceder, e entenda o mais rápido possível que ceder não tem nada a ver com fraqueza ou falta de personalidade. Às vezes você tem que ceder porque prefere um momento de paz com quem estiver do seu lado ao invés de ficar exigindo algo que no fim das contas não é tão importante assim. Vai levar um tempo pra você perceber a diferença, portanto comece a praticar agora. Você não é obrigado a gostar de tudo, mas precisa aprender a ser mais tolerante também.
Cuidado com as expectativas que você cria. Expectativa é uma planta carnívora que está sempre com fome, e em muitas das vezes em que você der uma migalha para alimentá-la ela vai morder o seu dedo.
Aprenda a tocar um instrumento. A música tem o poder de relaxar e elevar o seu espírito (e pode render ótimas cantadas com as garotas). Pesquise todos que puder e escolha o que mais lhe agradar, mas de preferência um que possa ser tocado na companhia de amigos, e que não incomode muito os vizinhos.
Permita a você mesmo se gabar daquilo em que você é bom, mas não se ache superior aos outros por isso. Falando nisso, tem uma informação “quente” que eu deveria deixar você descobrir sozinho, mas vou te dar essa moleza: você simplesmente não é bom com números, e isso não é problema algum. Você é verbal, gosta de ler, gosta do visual. Procure fazer carreira em algo que não te exige habilidades numéricas, e acho que você sabe do que estou falando…
Mexa esse traseiro gordo. Eu sei que seu pai pega pesado demais com você por você ser gordinho, mas isso não muda o fato que você tem que se cuidar, cara! Larga esse pc e esse vídeo-game, bota um tênis e vai correr 30 minutos por dia. Você vai sentir a diferença em curto prazo, e vai ficar feliz com isso. Faça uma luta também (qualquer uma), porque é um ótimo exercício e também porque pode ser útil um dia. E coma mais vegetais.
Seu pai não é o melhor pai do mundo, mas ele está fazendo o melhor com o que a vida deu a ele, acredite. Ele ainda vai te decepcionar e magoar uma dúzia de vezes, esteja preparado e nunca reaja. Eu sei que você está triste porque perdeu contato com seu melhor amigo no segundo grau, mas fique tranquilo. Vocês vão se esbarrar por acaso daqui a alguns anos, e a amizade vai voltar a ser exatamente como era antes. Nesse intervalo, faça o possível para ter boas histórias para contar a ele.
Você tem que bater com toda a força para que um côco se abra, mas o mesmo não vale para os corações das pessoas. Quanto mais você exigir atenção e consideração, menos as pessoas vão te dar, e se você se irritar com isso só piora. Estou com 30 anos e ainda não entendi muito bem o porquê disso, só sei que é assim que funciona. Molière uma vez disse “Convém em certas ocasiões ocultar o que se traz no coração”, e ele estava certo.
Esqueça essa coisa de “marcar encontros”. As pessoas mais legais que vão passar pelo seu caminho você vai conhecer por puro acaso, portanto esteja atento às oportunidades.
Trate as mulheres como você gostaria que alguém tratasse sua mãe. Simples assim.
Um dia, quando tiver por volta dos seus 22 anos você vai passar por acaso na rua em que mora uma ex-namorada de infância. Não vá lá. Mesmo. Existem muitas coisas nessa vida nas quais não devemos mexer, como formigueiros, colméias e amores do passado (mesmo aqueles inocentes, de infância, que nunca foram “amor” de fato).
Toda vez que você se interessar pela garota mais bonita do pedaço, comece a reparar que em geral ela é um pouco solitária. Sabe por quê? Porque os outros garotos não tem coragem pra chama-la pra sair, e os poucos que vão só elogiam o corpo e a beleza exterior. Se você continuar calado você será só mais um na multidão, então vai lá cara! Chegue com um sorriso simpático e tente conversar o máximo possível sem elogiar a beleza (ela já sabe que é bonita, porque todos falam isso. Você tem que fazer a diferença, saca?), mas também não tente ser engraçado demais. O máximo que pode acontecer é ela dizer “não”, e isso não é o fim do mundo, vá…
Evite julgar as pessoas, principalmente por coisas insignificantes e gostos inofensivos (mas tente evitar as mulheres de libra, vai por mim).
Sempre, absolutamente sempre que uma pessoa entrar na sua vida fácil demais, ela vai embora fácil demais. Portanto, se num bar, numa festa, na praia, show ou qualquer lugar você der uns beijos ou algo mais sem se esforçar, prepare-se porque não vai durar muito tempo. E isso não é necessariamente ruim, considere esses casos como amistosos que um time faz entre competições. Apenas curta o momento e faça bem feito. Sei que soa machista, mas espero pelo nosso bem que você entenda logo.
Não se preocupe demais com seu futuro profissional. Tem um monte de coisas incríveis esperando para acontecer com você, e sua vida ainda vai dar algumas reviravoltas inacreditáveis!
Escove bem esses dentes. As pessoas reparam muito nisso, bem mais do que você imagina. Nunca diga “eu te amo” se isso não for verdade, nem mesmo para agradar ou retribuir uma namorada. Você vai ser chamado de frio, mas garanto que isso é melhor do que ser chamado de mentiroso.
Quando apertar as mãos de alguém segure firme e olhe nos olhos, e quando alguém te abraçar não seja o primeiro a afrouxar os braços.
Existe uma coisa curiosa sobre tentativa e erro: freqüentemente a última chave que você tenta é a que abre uma fechadura. E não adianta puxar direto a última chave do chaveiro, sempre é a última! Talvez isso seja uma forma silenciosa de Deus te ensinar algo sobre paciência e perseverança. Ou talvez você seja só azarado mesmo.
Compre sempre gasolina comum, gasolina aditivada é uma enganação. O mesmo serve para a maioria dos alimentos “light”. Apenas coma com moderação, se exercite com frequência e gaste mais calorias do que ingere, não é tão difícil. Evite fofocas, e evite pessoas que gostam de fofoca. É fácil descobrir, elas gostam de falar da vida alheia, mas se você pergunta algo sobre elas as respostas são evasivas.
Você não precisa ter vergonha de cair, apenas precisa ter disposição pra se levantar.
Não coma pêra de estômago vazio, e não beba café demais. Leia algo sobre “auto-sabotagem”, você vai precisar para saber evitar.
Procure viver sem arrependimentos; quando tiver que tomar uma decisão que parece importante, pergunte-se “isso é algo que eu possa me arrepender de ter feito daqui a algum tempo?”. Mas também não fique remoendo muito o passado. Viva o momento, tente fazer o seu melhor e siga em frente, senão você vai acabar fazendo algo bobo, tipo… escrever uma carta pra você mesmo.


Ciao

25 novembro, 2009

Então é isso. Estou indo embora, para uma nova vida, um novo trabalho e um novo começo. Vou exatamente do jeito que quero: sem fazer muito barulho ou alarde. As pessoas que se interessaram em saber (e principalmente, as que eu quero que saibam) já sabem muito bem para onde estou indo, como e porque. Essa discrição é necessária, não que eu tenha algo a esconder, mas hoje eu me permito saciar a curiosidade só de quem eu quero. Mas antes de ir eu só gostaria de dizer algumas poucas palavras.

Em primeiro lugar, acreditem e tenha fé em si mesmos. Talvez a fé seja apenas uma menininha na beira da praia, esvaziando o mar com um balde furado, mas muitas vezes é a única coisa que temos. Não peça a Deus (ou seja lá qual força superior em quem você creia) para te dar as coisas. Peça sabedoria para fazer as escolhas certas e força de vontade para se levantar quando cair, porque acredite: você vai cair, e vai doer. E as más notícias não param por aqui: quando você olhar para os lados, muito provavelmente não vão te dar a mão. Portanto, acredite em si mesmo, levante, bata a poeira, e diga à vida que se ela quiser te derrubar terá que fazer melhor do que isso. Sim, seja um pouco abusado. Você merece e não faz mal nenhum na medida certa.

Escolham bem seus amigos. Seja seletivo, e isso significa parar um pouco pra respirar e refletir. Se as pessoas ao seu redor só sabem ser bons amigos nas horas boas (“vamos beber?”, “uhuuu hj é sexta!”, “tal hora no bar tal, te amo amiga/o!”), mas estão ocupados demais para te apoiar quando você precisa, caia fora! E sim, isso foi uma indireta para uma pessoa, mas honestamente acho que o conselho serve pra todo mundo, incluindo eu mesmo, disso não posso esquecer!

Aos meus amigos, obrigado pela companhia, pelos risos, pelas broncas, e por estarem presentes quando eu precisei. Notem que não cito nomes, porque quem é meu amigo mesmo sabe muito bem se é ou não, e o “estar presente” inclui pessoas que só vi uma vez ou até mesmo nunca nem apertei a mão, mas souberam apoiar. Levarei todos comigo, porque a minha peneira é fina, mas o meu coração é grande!

Ciao! E me mandem um e-mail se vocês passarem por lá. Quem sabe a gente não marca um almoço pra botar o papo em dia? Ouvi dizer que a pizza deles é ótima! ;)


Quem sou eu…

21 abril, 2008

e porque faço Crítica Construtiva

Meu nome é Wallace, sou um carioca normal, de 27 anos e 1,77m. Não sou muito bom em matemática, mas sei fazer tomate recheado e talharim com molho branco (já dá pra casar?). Não sou de comprar roupas, pois uso o que as pessoas me dão. Tenho por exemplo uma camisa social laranja que é 2 números maior do que eu, e quando eu a uso fico parecendo o Fred Flintstone, mas foi presente de uma pessoa que é importante para mim, então não me importo e uso com minha melhor calça. Gosto de 3 coisas mais que tudo: minha família, música e cinema (nessa ordem!). E se você for mesmo meu amigo, vai acabar entrando na categoria “família”. Tenho o péssimo hábito de roer unhas, e de baixar mp3 e esquecer de gravar em mídia. Aí pego um vírus fdp, formato a máquina e perco um monte de CDs legais…

Só pra gente se entender de início, segue aqui uma lista de coisas que vc provavelmente NÃO verá aqui:

- lamentações sobre minha vida pessoal

- links de CD/filmes para baixar

- fotos da gostosa do momento

- links para imagens/vídeos engraçadinhos, tipo “olha o que esse cara fez com a bicicleta”, ou “olha o susto que o menino tomou”

- plágio de outros blogs

- textos “arnaldojaborianos” (“sou o fodão porque falo mal de todo mundo”…)

.

E coisas que vc COM CERTEZA VERÁ aqui:

- crítica a CDs, mesmo que eu tenha baixado na net

- crítica a filmes, que com certeza não baixei na net pq não tenha paciência pra isso…

- crítica e análise de CDs e filmes que não sejam o lançamento da semana, mas que eu tenha revisto e gostado de lembrar.

- crítica a programas de TV

- links para notícias que tenham me surpreendido, seja positivamente ou negativamente;

.

Qualquer coisa eu atualizo as duas listas.

 

 


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.